Portal Expresso

Terça, 07 de dezembro de 2021
MENU

Segurança

Acusado de matar barões do tráfico é preso em cobertura de luxo em SC

Ação foi desencadeada pela Polícia Federal na tarde desta quinta-feira (11), no bairro Coqueiros, onde residia sob identidade adulterada

649
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A PF (Polícia Federal) prendeu em uma cobertura, em Florianópolis, um dos homens apontados como o responsável pelos homicídios dos líderes de uma facção criminosa, no Ceará, em 2018. A prisão aconteceu na tarde desta quinta-feira (11).

Natural de São Paulo, o elemento portava documentos falsos e vivia na capital, no bairro Coqueiros, onde foi preso na cobertura de um condomínio de alto padrão.

O acusado, que tem 37 anos e não teve seu nome revelado, é apontado como um dos mentores do assassinato de duas lideranças de uma facção, denominados Rogério Geremias de Simone, conhecido como Gegê do Mangue, e de Fabiano Alves de Souza, conhecido como Paca.

Eles foram mortos em 15 de fevereiro de 2018, na cidade de Aquiraz (CE), em um episódio de repercussão nacional depois de uma ação que envolveu até um helicóptero.

Justiça do Ceará expediu um mandado de prisão preventiva em 2018 e, desde então, o suspeito estava na condição de foragido. O indivíduo, então denunciado pelos crimes de homicídio e organização criminosa, finalmente foi preso na capital catarinense.

Não há informações de quanto tempo, exatamente, o suspeito reside na capital. Agentes da Polícia Federal, munidos de informações sobre o paradeiro do foragido, passaram a acompanhar a rotina para concluir, confirmar e finalmente cumprir o mandado de prisão na tarde desta quinta-feira. Foram apreendidos ainda quatro aparelhos celulares e um veículo, um Toyotta Corolla.

O indivíduo, que não ofereceu resistência, foi encaminhado a uma unidade prisional da Grande Florianópolis onde já está a disposição da Justiça do Ceará, junto a Comarca de Aquiraz.

O crime

Um dos chefes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, foi encontrado morto na tarde de uma sexta-feira, em 16 de fevereiro de 2018, em Aquiraz, na região Metropolitana de Fortaleza.

Além dele também foi encontrado morto o Fabiano Alves de Souza, conhecido como o Paca. Os dois eram foragidos da Justiça de São Paulo e líderes da facção criminosa.

Rogério Jeremias de Simone foi conhecido pelo Ministério Público de São Paulo um dos principais números na escala de chefia do PCC. Ele chegou a controlar o tráfico de drogas no Paraguai em nome da facção.

Em abril de 2017 Gegê foi condenado a 47 anos, 7 meses e 15 dias de prisão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha armada.

Fonte/Créditos: ND

Créditos (Imagem de capa): Foto: Divulgação/PF

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )