Portal Expresso

MENU
Logo
Terça, 27 de outubro de 2020
Publicidade
Publicidade

Alto Vale

Alto Vale tem novas liberações após ter classificação reduzida na matriz de risco

Como a situação do vírus pode mudar a cada semana, para melhor ou pior, os serviços e as atividades também estão sujeitos a alterações semanais

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Depois que o mapa de risco do coronavírus foi adotado em Santa Catarina, novas regras e flexibilizações também foram definidas no Estado, conforme a ameaça que a doença representa para cada região. O risco está classificado em quatro níveis: gravíssimo, grave, alto e médio – caracterizado no mapa nas cores vermelha, laranja, amarela e azul, respectivamente – e as medidas são aplicadas, semanalmente, conforme a situação de cada localidade.

Pela última atualização, 12 regiões de SC estão em nível de risco grave e quatro com risco alto para o coronavírusEm risco alto são: Oeste, Xanxerê, Alto Vale do Itajaí e Médio Vale do Itajaí. As demais, ficaram em laranja no mapa.

Como a situação do vírus pode mudar a cada semana, para melhor ou pior, os serviços e as atividades também estão sujeitos a alterações semanais, de acordo com os decretos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o que pode confundir a população de cada região.

Em relação à semana passada, duas regiões tiveram mudanças no mapa de risco. A região do Alto Vale do Itajaí, que estava com risco grave, melhorou a situação e passou para o risco alto. Já a Serra Catarinense piorou a situação, passando do nível de risco alto para o grave.

A última vez que o Alto Vale havia registrado um nível tão baixo de risco de contágio pelo coronavírus foi em 30 de junho, há três meses e meio. Desde então, a classificação variou entre os níveis Grave e Gravíssimo.

Como ficam as regras para a região:

O risco potencial alto (em amarelo no mapa) para Coronavírus já permite uma série de flexibilizações, como liberação de atividades presenciais, realização de alguns eventos e ampliação de horários de atendimento.

Está proibido

– Atividades presenciais em escolas de Educação Infantil.

– Casas de shows, boates e pubs.

– Acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas.

Está liberado

– Aulas presenciais em todos os níveis, com exceção da educação infantil, e em todas as esferas – pública e privado – desde que observadas todas as regras.

– Missas e cultos religiosos, com 70% da lotação máxima. 

– Cinemas, teatros e bibliotecas com 50% da capacidade de lotação.

– Museus, com 1/4 da ocupação. 

– Prova de roupas em lojas, com uma série de cuidados.

– Concursos.

– Eventos sociais particulares, como casamentos, batizados, formaturas e aniversários, com 40% da taxa de ocupação.

– Congressos, eventos seminários, palestras com 40% da capacidade.

– Permanência em praças, parques e praias, desde que seguindo as orientações de uso obrigatório de máscara e respeito ao distanciamento entre pessoas.

– Funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais de forma presencial, respeitado o limite de 50% do total de agentes públicos em exercício. 

– Restaurantes e lancherias desde que respeitado regras sanitárias.

– Academias com 70% do limite.

– Parques aquáticos e complexos de águas termais com capacidade de 50%.

 

 

Fonte/Créditos: CLARISSA BATTISTELLA / DIÁRIO CATARINENSE – NSC / ND+

Créditos (Imagem de capa): G1 SC

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )