Portal Expresso

Segunda, 16 de maio de 2022
MENU

Mundo

Com 118 anos a Freira que bebe 1 taça de vinho por dia é a nova pessoa mais velha do mundo; VEJA

Guinness World Records anunciou na segunda-feira (25)

525
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Guinness World Records anunciou na segunda-feira (25) que uma freira francesa se tornou oficialmente a pessoa mais velha do mundo, com 118 anos e 73 dias de idade.

A irmã Lucile Randon, nascida em 11 de fevereiro de 1904, bateu o recorde de pessoa viva mais velha após a morte da japonesa Kane Tanaka aos 119 anos e 107 dias de idade.

Lucile, que adotou o nome de Irmã André em 1944, quando decidiu se tornar uma freira católica, é a terceira francesa mais velha e a terceira europeia mais velha já registrada.

A freira vive uma vida plena e em sua juventude trabalhou como professora, governanta e cuidou de crianças durante a Segunda Guerra Mundial. Após o conflito, ela passou 28 anos trabalhando com órfãos e idosos em um hospital em Vichy, na França, antes de se dedicar à vida religiosa.

Ela passou a maior parte de sua vida prestando serviços à igreja. A freira já detinha o recorde de freira mais velha viva.

Vinho todo dia

Agora, a irmã Lucile vive em uma casa de repouso em Toulon, cidade portuária no sudeste da França. Ela é parcialmente surda e usa cadeiras de rodas, mas gosta de manter a mente ativa.

“Eles me acordam às 7 da manhã, me dão meu café da manhã e me colocam na minha mesa, onde fico ocupada com pequenas coisas”, disse a irmã Lucile ao Guinness World Records.

A equipe do lar de idosos disse que ela ainda recebe uma taça de vinho todos os dias. “Sua taça de vinho a mantém e talvez isso seja seu segredo de longevidade. Eu não sei, eu não encorajo as pessoas a beberem uma taça de vinho todos os dias” disse um funcionário da casa de repouso.

A pessoa mais velha de todos os tempos, a francesa Jeanne Louise Calment, nasceu em 1875 e morreu aos 122 anos e 164 dias de idade.

Em entrevista à agência de notícias AFP, o assessor da irmã Lucile, David Tavela, disse que a freira é uma pessoa feliz, especialmente por ter tido até agora uma vida cheia de experiências e aprendizados. E ainda tem muito mais para conhecer. “É apenas mais uma etapa, já que seu objetivo é derrotar Jeanne Calment”, disse.

Com o destaque do título do Guinness como a pessoa mais velha, a irmã Lucile tem como sua provável concorrente, uma irmã polonesa de 115 anos, que pretende alcançar a francesa.

Concorrentes brasileiras

Após a morte de Kane Tanaka, o Guinness Book anunciou que investigaria quem seria a pessoa mais velha que agora pode ocupar a posição deixada pela japonesa.

No Brasil, há duas mulheres que chamam a atenção pela longevidade, mas que nunca tiveram recorde reconhecido. A primeira é Josefa Maria da Conceição, aposentada e ex-agricultora que vive com a família em Maceió e completou 120 anos de vida em fevereiro.

De acordo com relatos dos filhos, consultados pelo UOL em 2019, a idosa se encontrava em boas condições de saúde, especialmente no que diz respeito à mente, pois demonstrava plena lucidez em suas falas. Apesar disso, Josefa tem o hábito de fumar, especialmente cigarros feitos de palha, pois rejeita os industrializados.

Dedicada à igreja evangélica, dona Belinha completou 120 anos em 2021  - Reprodução/Arquivo pessoal
Dedicada à igreja evangélica, dona Belinha completou 120 anos em 2021Imagem: Reprodução/Arquivo pessoal

Isabel Alves de Carvalho também tem documentos que a colocam como tendo 120 anos. Ela reside em Bacabal, no Maranhão, e tenta manter uma vida ativa e saudável, já que não consome bebidas alcoólicas e tabaco. Além de frequentar a igreja evangélica, da qual é fiel há 50 anos.

Isabel, apelidada de Belinha, celebrou mais um ano de vida em agosto passado ao lado de sua família. De acordo com os parentes, cada festa tem um significado especial, porque marca mais um ano no qual a idosa desafia as estatísticas. Mesmo assim, ela faz questão de aproveitar ao máximo a celebração, e não abre mão da sua sobremesa favorita: bolo.

“Ela gosta de festa. Só procurava bolo. Adora bolo. Atualmente, ela se alimenta mais com sopa e mingau. Mas, adora um cafezinho com pão”, contou Maria Reis, a tutora de Isabel

Com informações: Uol

Fonte/Créditos: Uol

Créditos (Imagem de capa): Imagem: Nicolas Tucat/AFP

Comentários:

Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )