Portal Expresso

Morre no hospital motociclista que se acidentou em Rio do Sul

Jean Carlo Espíndola completaria 34 anos nesta sexta-feira. Ele estava na UTI, em coma induzido
Morre no hospital motociclista que se acidentou em Rio do Sul

Morre no hospital motociclista que se acidentou em Rio do Sul

O motociclista que sofreu um acidente no início da semana, em Rio do Sul, morreu na noite desta quinta-feira (13), no Hospital Waldomiro Colautti, em Ibirama. Jean Carlo Espíndola estava internado na UTI, em coma induzido. Ele estaria de aniversário hoje - completaria 34 anos.

O acidente aconteceu na madrugada de segunda-feira (10). Ele estava de moto e se chocou com um veículo Fox, de Laurentino. A batida aconteceu na BR-470, no bairro Pamplona.

 Com o impacto da colisão, Jean teve parte da perna esquerda amputada e foi resgatado pelos bombeiros caído no barranco com outros ferimentos pelo corpo. O motorista do carro não se feriu.

 Jean trabalhava como segurança e deixou mulher e uma filha. Ele morava no bairro Bremer. O corpo está sendo velado na capela mortuária do cemitério municipal de Rio do Sul e, à tarde, deve ser trasladado para Blumenau, cidade natal dele.

 Via redes sociais, familiares e amigos lamentaram a perda. “Era mais que um irmão pra mim”, afirmou o colega de trabalho Paulo Roberto Nau. “Como eu tinha dito para ele:  saindo da idade de Cristo? E ele me responde: acho que não passo, como estivesse pressentindo. É muito triste”, diz o amigo.

OUVIR NOTÍCIA

O motociclista que sofreu um acidente no início da semana, em Rio do Sul, morreu na noite desta quinta-feira (13), no Hospital Waldomiro Colautti, em Ibirama. Jean Carlo Espíndola estava internado na UTI, em coma induzido. Ele estaria de aniversário hoje - completaria 34 anos.

O acidente aconteceu na madrugada de segunda-feira (10). Ele estava de moto e se chocou com um veículo Fox, de Laurentino. A batida aconteceu na BR-470, no bairro Pamplona.

 Com o impacto da colisão, Jean teve parte da perna esquerda amputada e foi resgatado pelos bombeiros caído no barranco com outros ferimentos pelo corpo. O motorista do carro não se feriu.

 Jean trabalhava como segurança e deixou mulher e uma filha. Ele morava no bairro Bremer. O corpo está sendo velado na capela mortuária do cemitério municipal de Rio do Sul e, à tarde, deve ser trasladado para Blumenau, cidade natal dele.

 Via redes sociais, familiares e amigos lamentaram a perda. “Era mais que um irmão pra mim”, afirmou o colega de trabalho Paulo Roberto Nau. “Como eu tinha dito para ele:  saindo da idade de Cristo? E ele me responde: acho que não passo, como estivesse pressentindo. É muito triste”, diz o amigo.

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Geral
Rio-sulense na Itália: “por mim eu voltaria para o Brasil amanhã”
Rio-sulense na Itália: “por mim eu voltaria para o Brasil amanhã”
VISUALIZAR
Geral
Agrolândia vai sediar competições de tiro ao prato
Agrolândia vai sediar competições de tiro ao prato
VISUALIZAR
Geral
Carro sai da pista e bate em árvore em Aurora
Carro sai da pista e bate em árvore em Aurora
VISUALIZAR
Geral
Família de Braço do Trombudo busca auxílio para tratamento de menina de um ano
Família de Braço do Trombudo busca auxílio para tratamento de menina de um ano
VISUALIZAR
Geral
Maria da Penha: marido dá soco na boca da mulher em Laurentino
Maria da Penha: marido dá soco na boca da mulher em Laurentino
VISUALIZAR
Geral
Em acidentes semelhantes, caminhoneiros levam susto logo cedo na BR-470
Em acidentes semelhantes, caminhoneiros levam susto logo cedo na BR-470
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )