Portal Expresso

Polícia fecha o cerco na tentativa de prender assaltantes de Vidal Ramos

Durante a ação, que ocorreu por volta das 11h30, houve intenso tiroteio para intimidar a população
Polícia fecha o cerco na tentativa de prender assaltantes de Vidal Ramos
Divulgação PM

Polícia fecha o cerco na tentativa de prender assaltantes de Vidal Ramos

As polícias Civil e Militar continuam as buscas para localização da quadrilha, responsável pelos assaltos ao Banco do Brasil e Cooperativa Cresol, na manhã desta quarta-feira, em Vidal Ramos, no Alto Vale do Itajaí.

As agências ficam uma ao lado da outra, na Rua Jorge Lacerda. Essa não foi a primeira vez que o BB do município é assaltado. A outra foi em pleno horário de expediente e durante a madrugada.

Neste momento a Polícia Militar está utilizando três helicópteros Águia. O Arcanjo, dos Bombeiros, também foi acionado para atender as duas pessoas atingidas pelas balas.

Um comerciante, que pediu para preservada a identidade, relatou que “foi tenso. Quando eu olhei pra rua da minha sala só vi uns caras atirando com fuzis. Foi assim por aproximadamente uns 10 minutos de tiros, talvez menos, mas foi uma eternidade. Não vi muita coisa, porque depois de fechar tudo eu e meus amigos nos abrigamos em um lugar seguro e esperamos passar o tiroteio. Os bandidos que eu vi estavam com roupas escuras, tocas bata clava e fortemente armados”.

OUVIR NOTÍCIA

As polícias Civil e Militar continuam as buscas para localização da quadrilha, responsável pelos assaltos ao Banco do Brasil e Cooperativa Cresol, na manhã desta quarta-feira, em Vidal Ramos, no Alto Vale do Itajaí.

As agências ficam uma ao lado da outra, na Rua Jorge Lacerda. Essa não foi a primeira vez que o BB do município é assaltado. A outra foi em pleno horário de expediente e durante a madrugada.

Neste momento a Polícia Militar está utilizando três helicópteros Águia. O Arcanjo, dos Bombeiros, também foi acionado para atender as duas pessoas atingidas pelas balas.

Um comerciante, que pediu para preservada a identidade, relatou que “foi tenso. Quando eu olhei pra rua da minha sala só vi uns caras atirando com fuzis. Foi assim por aproximadamente uns 10 minutos de tiros, talvez menos, mas foi uma eternidade. Não vi muita coisa, porque depois de fechar tudo eu e meus amigos nos abrigamos em um lugar seguro e esperamos passar o tiroteio. Os bandidos que eu vi estavam com roupas escuras, tocas bata clava e fortemente armados”.

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Geral
Chapadão do Lageado decreta situação de emergência por causa da estiagem
Chapadão do Lageado decreta situação de emergência por causa da estiagem
VISUALIZAR
Segurança
Polícia Militar alerta comerciantes sobre cheques clonados da Proaço
Polícia Militar alerta comerciantes sobre cheques clonados da Proaço
VISUALIZAR
Segurança
Detentos do Presídio de Rio do Sul começam colheita de alimentos na horta da unidade
Detentos do Presídio de Rio do Sul começam colheita de alimentos na horta da unidade
VISUALIZAR
Segurança
Homem é preso pela Polícia Federal em Agronômica com R$ 200 mil em mercadorias
Homem é preso pela Polícia Federal em Agronômica com R$ 200 mil em mercadorias
VISUALIZAR
Geral
Convênio para construção de novo ginásio de esportes é assinado em Rio do Sul
Convênio para construção de novo ginásio de esportes é assinado em Rio do Sul
VISUALIZAR
Geral
Copa Cebolão: Agrolândia estreia nesta sexta-feira
Copa Cebolão: Agrolândia estreia nesta sexta-feira
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )