Portal Expresso

Rio do Sul vai sediar os Parajasc em 2020

Evento seria realizado em São Miguel do Oeste, mas a cidade desistiu da realização
Rio do Sul vai sediar os Parajasc em 2020
Arthur Hoffmann/FMD

Rio do Sul vai sediar os Parajasc em 2020

FMD Rio do Sul

 

Rio do Sul foi confirmada como cidade-sede dos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) de 2020. A decisão partiu do presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Rui Godinho que esteve reunido com o prefeito José Thomé em Rio do Sul na quarta-feira (12).

Inicialmente o evento seria realizado em São Miguel do Oeste mas a cidade desistiu da realização. Caçador e Rio do Sul demonstraram interesse em sediar a maior competição do paradesporto catarinense. “As coisas aconteceram muito rapidamente, conversamos com o Enemir [secretário de esportes] que também é membro do Conselho Estadual do Esporte e muito amigo nosso e acertamos a realização em Rio do Sul, até porque Caçador sediou em 2019 e já conhece a realidade do evento e vai nos ajudar a organizar nesta temporada”, explicou o diretor técnico da Fundação Municipal de Desportos (FMD), Sérgio Luis Schlemper.

Essa será a primeira vez que o município vai sediar a competição estadual. Cerca de 2.000 atletas de 80 municípios com deficiências físicas, intelectuais e visuais participam do evento, que deverá ter data alterada e ser realizado em outubro. A data oficial deve ser divulgada nas próximas semanas.

O superintendente da FMD, Jeberton Fermino, destacou a movimentação econômica que a cidade terá, com ocupação da rede hoteleira, além de postos de combustíveis e restaurantes que também são beneficiados. “Estamos felizes, porque aceitamos um desafio enorme, já que vamos atender um público especial. Nosso grupo de trabalho já atua em diversas frentes, na parte burocrática com a questão de projeto e orçamentos e outro grupo visitando possíveis locais de competição e executando o caderno de encargos”, falou.

Já o presidente da Fesporte, Rui Godinho, lembrou que poucas cidades do Estado aceitaram o desafio de sediar eventos estaduais durante quatro anos seguidos, como foi com Rio do Sul que sediou em 2017 a Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) em 2018 e os Joguinhos Abertos em 2019. “O município tem uma ótima estrutura, bons locais de competição e está bem preparado”, pontuou.

Além da realização do Parajasc em 2020, o prefeito José Thomé aproveitou a presença do presidente da Fesporte para pleitear outro evento estadual para 2021: o Moleque Bom de Bola. O objetivo é manter Rio do Sul no calendário esportivo estadual. “O Parajasc é um evento especial, porque envolve diversos detalhes, trabalha com a superação, os limites dos paratletas e sempre há muita emoção envolvida, porque é um público querido, que se doa e se ajuda muito. Vamos trabalhar bastante para realizar uma grande competição”, comentou.

OUVIR NOTÍCIA

 

Rio do Sul foi confirmada como cidade-sede dos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) de 2020. A decisão partiu do presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Rui Godinho que esteve reunido com o prefeito José Thomé em Rio do Sul na quarta-feira (12).

Inicialmente o evento seria realizado em São Miguel do Oeste mas a cidade desistiu da realização. Caçador e Rio do Sul demonstraram interesse em sediar a maior competição do paradesporto catarinense. “As coisas aconteceram muito rapidamente, conversamos com o Enemir [secretário de esportes] que também é membro do Conselho Estadual do Esporte e muito amigo nosso e acertamos a realização em Rio do Sul, até porque Caçador sediou em 2019 e já conhece a realidade do evento e vai nos ajudar a organizar nesta temporada”, explicou o diretor técnico da Fundação Municipal de Desportos (FMD), Sérgio Luis Schlemper.

Essa será a primeira vez que o município vai sediar a competição estadual. Cerca de 2.000 atletas de 80 municípios com deficiências físicas, intelectuais e visuais participam do evento, que deverá ter data alterada e ser realizado em outubro. A data oficial deve ser divulgada nas próximas semanas.

O superintendente da FMD, Jeberton Fermino, destacou a movimentação econômica que a cidade terá, com ocupação da rede hoteleira, além de postos de combustíveis e restaurantes que também são beneficiados. “Estamos felizes, porque aceitamos um desafio enorme, já que vamos atender um público especial. Nosso grupo de trabalho já atua em diversas frentes, na parte burocrática com a questão de projeto e orçamentos e outro grupo visitando possíveis locais de competição e executando o caderno de encargos”, falou.

Já o presidente da Fesporte, Rui Godinho, lembrou que poucas cidades do Estado aceitaram o desafio de sediar eventos estaduais durante quatro anos seguidos, como foi com Rio do Sul que sediou em 2017 a Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) em 2018 e os Joguinhos Abertos em 2019. “O município tem uma ótima estrutura, bons locais de competição e está bem preparado”, pontuou.

Além da realização do Parajasc em 2020, o prefeito José Thomé aproveitou a presença do presidente da Fesporte para pleitear outro evento estadual para 2021: o Moleque Bom de Bola. O objetivo é manter Rio do Sul no calendário esportivo estadual. “O Parajasc é um evento especial, porque envolve diversos detalhes, trabalha com a superação, os limites dos paratletas e sempre há muita emoção envolvida, porque é um público querido, que se doa e se ajuda muito. Vamos trabalhar bastante para realizar uma grande competição”, comentou.

Fonte

FMD Rio do Sul

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Geral
Rio-sulense na Itália: “por mim eu voltaria para o Brasil amanhã”
Rio-sulense na Itália: “por mim eu voltaria para o Brasil amanhã”
VISUALIZAR
Geral
Agrolândia vai sediar competições de tiro ao prato
Agrolândia vai sediar competições de tiro ao prato
VISUALIZAR
Geral
Carro sai da pista e bate em árvore em Aurora
Carro sai da pista e bate em árvore em Aurora
VISUALIZAR
Geral
Família de Braço do Trombudo busca auxílio para tratamento de menina de um ano
Família de Braço do Trombudo busca auxílio para tratamento de menina de um ano
VISUALIZAR
Geral
Maria da Penha: marido dá soco na boca da mulher em Laurentino
Maria da Penha: marido dá soco na boca da mulher em Laurentino
VISUALIZAR
Geral
Em acidentes semelhantes, caminhoneiros levam susto logo cedo na BR-470
Em acidentes semelhantes, caminhoneiros levam susto logo cedo na BR-470
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )