Portal Expresso

Secretaria de Obras já fechou mil buracos em Rio do Sul desde janeiro

Média diária de consertos é de 10 a 12, exigindo dedicação de oito equipes de trabalho
Secretaria de Obras já fechou mil buracos em Rio do Sul desde janeiro

Secretaria de Obras já fechou mil buracos em Rio do Sul desde janeiro

Assessoria de Imprensa

De janeiro até junho deste ano, cerca de 1,1 mil buracos em ruas de Rio do Sul foram fechados, seja pela equipe da Secretaria de Obras, ou por empresa especializada contratada pela prefeitura. São mais de 60 mil metros quadrados de ruas consertados, em locais com pavimento em lajotas ou paralelepípedo que tinham algum tipo de problema.

O serviço em ruas asfaltadas é feito por uma equipe independente, que já trabalhou em pelo menos 110 vias desde o início do ano. Em média, fecha-se entre 10 e 12 buracos por dia de trabalho em Rio do Sul, através das oito equipes que se dividem no serviço.

Os buracos surgem das mais variadas formas, como a ação do tempo e trânsito pesado. O deslocamento de tubulações ou má escoamento da água da chuva exigem trabalho de ajustes por parte da Secretaria de Obras para reduzir problemas. Somente neste ano já foram desentupidos 433 bueiros e redes de drenagem, com o equipamento de hidrojato ou ainda em serviço manual dos operários utilizando retroescavadeira e outros recursos.

Algumas ruas passam por recuperação completa, como é o caso da Abraham Lincoln, no bairro Jardim América. Na rua Leandro Delagiustina, no Laranjeiras a reforma já foi concluída. Na semana passada, os serviços se concentraram em ruas do Fundo Canoas, Progresso, Canoas e Barra do Trombudo.

"Todos os dias temos chamados de novos buracos e precisamos resolver pois é um pedido da comunidade e que acaba interferindo na vida de quem usa as ruas diariamente. Fazemos muitos consertos com asfalto diariamente, inclusive de grandes buracos abertos por conta de problemas na rede de distribuição de água da Casan", relata o secretário de Obras, Rômulo Ouriques. Um levantamento feito pela prefeitura mostra que desde o início do ano, 500 buracos foram abertos por conta de vazamentos de água.

Em algumas ocasiões, o trabalho de manutenção em uma rua pode durar mais de um dia, devido à complexidade do reparo a ser feito. Com uma malha viária formada por aproximadamente 1,1 mil ruas, sejam pavimentadas ou não, a demanda por tapar buracos sempre existirá.

A Secretaria de Obras atende pedidos da comunidade através do telefone 3521-2444. Este telefone serve também como número para contato via Whatsapp. O morador pode cadastrar em seu smartphone que o aplicativo já entrará em funcionamento.

Alguns números da Secretaria de Obras de Rio do Sul

De janeiro a junho de 2019

327 ruas patroladas

185 bueiros e tubulações desentupidas com caminhão hidrojato

1 mil ruas com calçamento consertado – 60 mil metros quadrados

248 bueiros desentupidos e consertados, além de conserto de rede de drenagem

110 ruas de asfalto com operação tapa-buraco

OUVIR NOTÍCIA

De janeiro até junho deste ano, cerca de 1,1 mil buracos em ruas de Rio do Sul foram fechados, seja pela equipe da Secretaria de Obras, ou por empresa especializada contratada pela prefeitura. São mais de 60 mil metros quadrados de ruas consertados, em locais com pavimento em lajotas ou paralelepípedo que tinham algum tipo de problema.

O serviço em ruas asfaltadas é feito por uma equipe independente, que já trabalhou em pelo menos 110 vias desde o início do ano. Em média, fecha-se entre 10 e 12 buracos por dia de trabalho em Rio do Sul, através das oito equipes que se dividem no serviço.

Os buracos surgem das mais variadas formas, como a ação do tempo e trânsito pesado. O deslocamento de tubulações ou má escoamento da água da chuva exigem trabalho de ajustes por parte da Secretaria de Obras para reduzir problemas. Somente neste ano já foram desentupidos 433 bueiros e redes de drenagem, com o equipamento de hidrojato ou ainda em serviço manual dos operários utilizando retroescavadeira e outros recursos.

Algumas ruas passam por recuperação completa, como é o caso da Abraham Lincoln, no bairro Jardim América. Na rua Leandro Delagiustina, no Laranjeiras a reforma já foi concluída. Na semana passada, os serviços se concentraram em ruas do Fundo Canoas, Progresso, Canoas e Barra do Trombudo.

"Todos os dias temos chamados de novos buracos e precisamos resolver pois é um pedido da comunidade e que acaba interferindo na vida de quem usa as ruas diariamente. Fazemos muitos consertos com asfalto diariamente, inclusive de grandes buracos abertos por conta de problemas na rede de distribuição de água da Casan", relata o secretário de Obras, Rômulo Ouriques. Um levantamento feito pela prefeitura mostra que desde o início do ano, 500 buracos foram abertos por conta de vazamentos de água.

Em algumas ocasiões, o trabalho de manutenção em uma rua pode durar mais de um dia, devido à complexidade do reparo a ser feito. Com uma malha viária formada por aproximadamente 1,1 mil ruas, sejam pavimentadas ou não, a demanda por tapar buracos sempre existirá.

A Secretaria de Obras atende pedidos da comunidade através do telefone 3521-2444. Este telefone serve também como número para contato via Whatsapp. O morador pode cadastrar em seu smartphone que o aplicativo já entrará em funcionamento.

Alguns números da Secretaria de Obras de Rio do Sul

De janeiro a junho de 2019

327 ruas patroladas

185 bueiros e tubulações desentupidas com caminhão hidrojato

1 mil ruas com calçamento consertado – 60 mil metros quadrados

248 bueiros desentupidos e consertados, além de conserto de rede de drenagem

110 ruas de asfalto com operação tapa-buraco

Fonte

Assessoria de Imprensa

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Geral
Chapadão do Lageado decreta situação de emergência por causa da estiagem
Chapadão do Lageado decreta situação de emergência por causa da estiagem
VISUALIZAR
Segurança
Polícia Militar alerta comerciantes sobre cheques clonados da Proaço
Polícia Militar alerta comerciantes sobre cheques clonados da Proaço
VISUALIZAR
Segurança
Detentos do Presídio de Rio do Sul começam colheita de alimentos na horta da unidade
Detentos do Presídio de Rio do Sul começam colheita de alimentos na horta da unidade
VISUALIZAR
Segurança
Homem é preso pela Polícia Federal em Agronômica com R$ 200 mil em mercadorias
Homem é preso pela Polícia Federal em Agronômica com R$ 200 mil em mercadorias
VISUALIZAR
Geral
Convênio para construção de novo ginásio de esportes é assinado em Rio do Sul
Convênio para construção de novo ginásio de esportes é assinado em Rio do Sul
VISUALIZAR
Geral
Copa Cebolão: Agrolândia estreia nesta sexta-feira
Copa Cebolão: Agrolândia estreia nesta sexta-feira
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )