Portal Expresso

Taxa de desemprego em Santa Catarina cai para 5,3%, a menor do Brasil

Taxa de informalidade na economia também é a menor do País
Taxa de desemprego em Santa Catarina cai para 5,3%, a menor do Brasil
Mauricio Vieira/Secom

Taxa de desemprego em Santa Catarina cai para 5,3%, a menor do Brasil

Governo de SC

Santa Catarina terminou o ano de 2019 com o desemprego em queda. Dados da PNAD Contínua, divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira (14), apontam que o estado teve uma taxa de desocupação de 5,3% no quarto trimestre, a menor do Brasil. O número representa uma queda em relação ao terceiro trimestre, quando o índice estava em 5,8%.

O indicador é fruto da boa geração de empregos no ano passado, quando o estado teve um saldo positivo de 71,4 mil vagas formais, melhor resultado em nove anos. A queda do desemprego foi comemorada pelo governador Carlos Moisés. Segundo o chefe do Executivo estadual, o atual desempenho da economia catarinense é bastante satisfatório, muito acima da média brasileira.

“Nossa taxa de desemprego é menos da metade da brasileira, que fechou o quarto trimestre em 11%. Conseguimos reduzir a desocupação em Santa Catarina em quase dois pontos percentuais ao longo de 2019, o que foi um resultado e tanto. Temos o desafio de continuar com esse ritmo forte de geração de empregos em 2020. Nosso Estado possui um ambiente econômico diferenciado e isso se reflete nos nossos resultados”, apontou Carlos Moisés.

Outro dado positivo para Santa Catarina foi a taxa de informalidade na economia, que também é a menor do Brasil, com 27,3%. No Pará, por exemplo, esse número ficou em 62,4%, enquanto a média nacional foi de 41,3%.

OUVIR NOTÍCIA

Santa Catarina terminou o ano de 2019 com o desemprego em queda. Dados da PNAD Contínua, divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira (14), apontam que o estado teve uma taxa de desocupação de 5,3% no quarto trimestre, a menor do Brasil. O número representa uma queda em relação ao terceiro trimestre, quando o índice estava em 5,8%.

O indicador é fruto da boa geração de empregos no ano passado, quando o estado teve um saldo positivo de 71,4 mil vagas formais, melhor resultado em nove anos. A queda do desemprego foi comemorada pelo governador Carlos Moisés. Segundo o chefe do Executivo estadual, o atual desempenho da economia catarinense é bastante satisfatório, muito acima da média brasileira.

“Nossa taxa de desemprego é menos da metade da brasileira, que fechou o quarto trimestre em 11%. Conseguimos reduzir a desocupação em Santa Catarina em quase dois pontos percentuais ao longo de 2019, o que foi um resultado e tanto. Temos o desafio de continuar com esse ritmo forte de geração de empregos em 2020. Nosso Estado possui um ambiente econômico diferenciado e isso se reflete nos nossos resultados”, apontou Carlos Moisés.

Outro dado positivo para Santa Catarina foi a taxa de informalidade na economia, que também é a menor do Brasil, com 27,3%. No Pará, por exemplo, esse número ficou em 62,4%, enquanto a média nacional foi de 41,3%.

Fonte

Governo de SC

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Geral
Rio-sulense na Itália: “por mim eu voltaria para o Brasil amanhã”
Rio-sulense na Itália: “por mim eu voltaria para o Brasil amanhã”
VISUALIZAR
Geral
Agrolândia vai sediar competições de tiro ao prato
Agrolândia vai sediar competições de tiro ao prato
VISUALIZAR
Geral
Carro sai da pista e bate em árvore em Aurora
Carro sai da pista e bate em árvore em Aurora
VISUALIZAR
Geral
Família de Braço do Trombudo busca auxílio para tratamento de menina de um ano
Família de Braço do Trombudo busca auxílio para tratamento de menina de um ano
VISUALIZAR
Geral
Maria da Penha: marido dá soco na boca da mulher em Laurentino
Maria da Penha: marido dá soco na boca da mulher em Laurentino
VISUALIZAR
Geral
Em acidentes semelhantes, caminhoneiros levam susto logo cedo na BR-470
Em acidentes semelhantes, caminhoneiros levam susto logo cedo na BR-470
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )