Portal Expresso

Sábado, 29 de janeiro de 2022
MENU

Vale do Itajaí

Tortura, lesões físicas e psicológicas: caso de violência doméstica choca polícia no Vale do Itajaí

Agressor foi preso preventivamente nesta semana em Blumenau; detalhes da investigação chocam

1193
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma jovem que iniciou relacionamento há poucos meses se tornou, momentaneamente, distante da família. Enquanto isso, dentro de sua casa, sofria violência física e psicológica por horas a fio. Tudo na frente do filho, uma criança. Com o sumiço, a família foi à delegacia buscar ajuda. A investigação chocou até mesmo a polícia, que prendeu o acusado nesta quarta-feira (12) em Blumenau, no Vale do Itajaí.

Segundo o delegado Felipe Orsi, responsável pela investigação, a situação em que vivia a mulher enviava um alerta grave, que mostra o quão essencial é a rede familiar. Se a denúncia não tivesse sido feita, “um final trágico poderia ter acontecido”, ressalta.

Vítima chegava a desmaiar

A investigação retratou uma cena de terror que chocou até os policiais. A mulher era agredida pelo companheiro por horas a fio, chegando, em diversas situações, a desmaiar. Há relato de que, em certo dia, o homem iniciou a tortura de manhã, parando de bater na mulher à noite. Entre as lesões físicas deixadas, a mulher chegou a ter um dente quebrado.

Todo o horror era presenciado pelo filho da jovem, uma criança, que também apanhou do agressor. De acordo com a polícia, o acusado era um homem forte, que fazia uso, inclusive, de anabolizantes.

Violência psicológica

Para impedir que a violência viesse à tona, o homem passou a violentar psicologicamente a vítima. Segundo a polícia, ele controlava todos os seus passos e impedia que ela entrasse em contato com a família.

Foi o afastamento da família que levantou a suspeita para os pais, que, de forma corajosa, procuraram ajuda na DPCami (Delegacia de Polícia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso). “Familiares e amigos devem servir como uma rede de proteção em casos como esse”, reforça Orsi.

Autor já havia sido preso por violência doméstica

A Polícia Civil, por meio da DPCami e da DIC (Divisão de Investigação Criminal), prendeu o autor nesta quarta-feira (12) em Blumenau. O homem vai responder por tentativa de feminicídio, tortura, cárcere privado, lesões corporais, violência psicológica, dentre outros delitos.

Ele já havia sido preso outras duas vezes por violência doméstica. O inquérito policial deve ser finalizado nos próximos dias.

 

Fonte/Créditos: ND

Créditos (Imagem de capa): Foto: Divulgação

Comentários:

Publicidade

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )