Portal Expresso

Últimas homenagens: Imbuia se despede de João Schwambach

Velório do prefeito reuniu uma multidão nesta quinta-feira. Clima é de luto e comoção na cidade
Últimas homenagens: Imbuia se despede de João Schwambach
Grupo de Comunicação Difusora

Últimas homenagens: Imbuia se despede de João Schwambach

 

Imbuia parou nesta quinta-feira (09) para as últimas homenagens ao prefeito João Schwambach, assassinado no fim da tarde de ontem. Centenas de pessoas se reúnem no salão paroquial da igreja matriz, onde ocorre o velório. Muitas autoridades e lideranças políticas de outros municípios também foram prestar condolências à família. Depois das 16h, o corpo será levado para a Igreja Evangélica da comunidade de Samambaia, para a celebração final.

João Schwambach, de 59 anos, foi baleado no peito enquanto se dirigia para o estacionamento da prefeitura. O suspeito de cometer o crime é um idoso de 77 anos, que foi levado ao hospital após ter tentado o suicídio com um tiro na cabeça. Segundo informações repassadas pelo Hospital Regional, ele segue na UTI. O Instituto Geral de Perícias (IGP) esteve na casa dele e recolheu uma arma. A polícia está apurando se foi a mesma usada no assassinato.

A motivação do crime também está sendo apurada. A princípio, acredita-se que foi por causa do alargamento de uma estrada e remoção de árvores no terreno do suspeito.   

Um dos filhos do prefeito, Valdonir Schwambach, contou como recebeu a notícia: Eu estava na lavoura, tinha ido dar uma olhada pra fazer o novo plantio, e meus filhos vieram me chamar correndo, avisando que o pai a princípio tinha infartado. Aí então já me desloquei pra lá e me passaram que ele tinha sido baleado. Foi uma tristeza muito grande”, disse ele. “O pai era muito humilde e querido por todo mundo. O pessoal gostava muito dele. Era um exemplo pra toda a família, pra todo o município, sempre junto com os filhos e dando conselhos, ajudando, indicando os caminhos mais certos pra fazer as coisas, ajudando os irmãos, enfim, era um esteio pra família toda”.

João Schwambach, do MDB, foi eleito em 2016 com 56,85% dos votos. Natural de Major Gercino, ele era produtor de cebola no interior de Imbuia e bastante conhecido no meio político. Antes de se eleger para comandar o município, foi vereador e vice-prefeito.

“O João era muito dedicado às pessoas. Ele disputou várias eleições no município, em algumas venceu, outras não, mas nunca mudou seu jeito de ser, sempre tratou bem as pessoas”, disse o ex-prefeito Antônio Oscar Laurindo. “É inacreditável e é um prejuízo muito grande, não só para a família, mas o município vai sofrer, ter um baque, porque ele tem uma administração controlada, muitos recursos pra vir ainda... Era uma pessoa muito querida, todos gostavam dele, tinha aí uma reeleição bem encaminhada. Realmente é uma tragédia muito grande”, completou.

Sobre o suspeito de atirar, Laurindo disse que “é uma pessoa pacífica, de família tradicional, morou todo o tempo aqui no município e jamais poderíamos imaginar que esse cidadão fosse cometer essa barbaridade. É uma tragédia dupla para Imbuia e a gente não consegue entender, porque eles eram aliados políticos. Ele (o suspeito) nunca comentou sobre um possível atrito que tivesse com o prefeito. Se tivesse falado qualquer coisa nesse sentido, alguém ia tirar a ideia da cabeça dele. Não existe explicação pra isso, não existe”, lamenta Laurindo.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil

OUVIR NOTÍCIA

 

Imbuia parou nesta quinta-feira (09) para as últimas homenagens ao prefeito João Schwambach, assassinado no fim da tarde de ontem. Centenas de pessoas se reúnem no salão paroquial da igreja matriz, onde ocorre o velório. Muitas autoridades e lideranças políticas de outros municípios também foram prestar condolências à família. Depois das 16h, o corpo será levado para a Igreja Evangélica da comunidade de Samambaia, para a celebração final.

João Schwambach, de 59 anos, foi baleado no peito enquanto se dirigia para o estacionamento da prefeitura. O suspeito de cometer o crime é um idoso de 77 anos, que foi levado ao hospital após ter tentado o suicídio com um tiro na cabeça. Segundo informações repassadas pelo Hospital Regional, ele segue na UTI. O Instituto Geral de Perícias (IGP) esteve na casa dele e recolheu uma arma. A polícia está apurando se foi a mesma usada no assassinato.

A motivação do crime também está sendo apurada. A princípio, acredita-se que foi por causa do alargamento de uma estrada e remoção de árvores no terreno do suspeito.   

Um dos filhos do prefeito, Valdonir Schwambach, contou como recebeu a notícia: Eu estava na lavoura, tinha ido dar uma olhada pra fazer o novo plantio, e meus filhos vieram me chamar correndo, avisando que o pai a princípio tinha infartado. Aí então já me desloquei pra lá e me passaram que ele tinha sido baleado. Foi uma tristeza muito grande”, disse ele. “O pai era muito humilde e querido por todo mundo. O pessoal gostava muito dele. Era um exemplo pra toda a família, pra todo o município, sempre junto com os filhos e dando conselhos, ajudando, indicando os caminhos mais certos pra fazer as coisas, ajudando os irmãos, enfim, era um esteio pra família toda”.

João Schwambach, do MDB, foi eleito em 2016 com 56,85% dos votos. Natural de Major Gercino, ele era produtor de cebola no interior de Imbuia e bastante conhecido no meio político. Antes de se eleger para comandar o município, foi vereador e vice-prefeito.

“O João era muito dedicado às pessoas. Ele disputou várias eleições no município, em algumas venceu, outras não, mas nunca mudou seu jeito de ser, sempre tratou bem as pessoas”, disse o ex-prefeito Antônio Oscar Laurindo. “É inacreditável e é um prejuízo muito grande, não só para a família, mas o município vai sofrer, ter um baque, porque ele tem uma administração controlada, muitos recursos pra vir ainda... Era uma pessoa muito querida, todos gostavam dele, tinha aí uma reeleição bem encaminhada. Realmente é uma tragédia muito grande”, completou.

Sobre o suspeito de atirar, Laurindo disse que “é uma pessoa pacífica, de família tradicional, morou todo o tempo aqui no município e jamais poderíamos imaginar que esse cidadão fosse cometer essa barbaridade. É uma tragédia dupla para Imbuia e a gente não consegue entender, porque eles eram aliados políticos. Ele (o suspeito) nunca comentou sobre um possível atrito que tivesse com o prefeito. Se tivesse falado qualquer coisa nesse sentido, alguém ia tirar a ideia da cabeça dele. Não existe explicação pra isso, não existe”, lamenta Laurindo.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Geral
Chapadão do Lageado decreta situação de emergência por causa da estiagem
Chapadão do Lageado decreta situação de emergência por causa da estiagem
VISUALIZAR
Segurança
Polícia Militar alerta comerciantes sobre cheques clonados da Proaço
Polícia Militar alerta comerciantes sobre cheques clonados da Proaço
VISUALIZAR
Segurança
Detentos do Presídio de Rio do Sul começam colheita de alimentos na horta da unidade
Detentos do Presídio de Rio do Sul começam colheita de alimentos na horta da unidade
VISUALIZAR
Segurança
Homem é preso pela Polícia Federal em Agronômica com R$ 200 mil em mercadorias
Homem é preso pela Polícia Federal em Agronômica com R$ 200 mil em mercadorias
VISUALIZAR
Geral
Convênio para construção de novo ginásio de esportes é assinado em Rio do Sul
Convênio para construção de novo ginásio de esportes é assinado em Rio do Sul
VISUALIZAR
Geral
Copa Cebolão: Agrolândia estreia nesta sexta-feira
Copa Cebolão: Agrolândia estreia nesta sexta-feira
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )